Testemunho ocular – Eduardo A. A. Almeida




R$ 32,00

Os 26 contos do livro Testemunho Ocular investigam certos aspectos da realidade contemporânea, em que o regime de visualidade predomina, e tudo parece exposto, revelado, evidente. Esta realidade das câmeras, dos compartilhamentos de intimidades, do ver para crer. Os textos tentam colocar isso em questão. Não de maneira opinativa, mas como provocações literárias. Eles também tentam encontrar brechas para o obscuro, o não dito, o incerto.
Não à toa, eles apresentam alguma estranheza, que nem sempre é fácil identificar. Às vezes a estranheza parece absurda, outras vezes ambígua ou misteriosa. Mas a inquietação é sempre a mesma: o que está dado a ver? O que permanece apenas entrevisto? Que tipo de dependência temos da imagem? Que verdade é essa que a imagem quer nos revelar? Até que ponto podemos acreditar nela?

 

“O que Eduardo A. A. Almeida põe em questão neste livro é uma dada realidade, ou melhor, uma realidade por demais dada: a nossa própria, mesmo. Em que tudo parece explícito, esclarecido, revelado nas telas da televisão, do computador, do celular.

Com formatos variados, seus textos investigam não apenas o que é dado a ver, mas também o invisível, o que não está evidente e o que faz ver. Talvez a literatura seja a fuga possível desta cena de crime: a do assassinato do Real, sufocado pela demasia de imagens.

Como? Perseguindo o impasse da sua formalização, ou seja, a brecha paradoxal em que o Real falha, em que a linearidade se quebra, em que se produz um vácuo de significação. É a isto que vem seu Testemunho Ocular.”

R. Mutt

 

Eduardo A. A. Almeida

Eduardo A. A. Almeida estuda Teoria e Crítica de Arte na Universidade de São Paulo. Professor de estética e história da arte. Pesquisador de poéticas contemporâneas. Trabalha como escritor, redator, roteirista, produtor de conteúdo de comunicação e coordenador de equipe de criação. É colunista do caderno de cultura do Correio Popular. Atualmente integra o Núcleo de Dramaturgia do SESI – British Council. Autor do livro Por que a Lua brilha (Cultura e Barbárie, 2017) e do site www.artefazparte.com.